Secretaria de Ciência e Tecnologia do DF promove palestra com astronauta em Brasília

Pasta comandada por Gilvan Máximo (PRB), em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos, trouxe a Brasília o astronauta Albert Sacco para evento com estudantes

Publicado em 28/02/2019 - 00:00

Brasília (DF) – Na terça-feira (26), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, comandada pelo republicano Gilvan Máximo (PRB), promoveu, em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos, uma palestra com o astronauta e engenheiro químico Albert Sacco no Planetário de Brasília.

Na oportunidade, o astronauta falou sobre sua experiência em cargas na Nave Espacial Columbia na missão STS -73 em 1995, e contou suas histórias vividas no espaço para um auditório lotado de estudantes do ensino fundamental e médio.

Presente ao evento, o secretário Gilvan Máximo agradeceu a presença de todos e falou da alegria em receber uma pessoa tão bem conceituada na área de ciência e tecnologia. “Gostaria de agradecer a Embaixada dos Estados Unidos por ter nos ajudado nessa interlocução. Acredito que temos aqui futuros engenheiros, cientistas, pesquisadores, médicos de Brasília e do Brasil. Quero enfatizar que estamos trabalhando para fazer de Brasília a primeira cidade inteligente do País”, destacou o republicano.

Durante a sua palestra, Albert Sacco desafiou estudantes a se aventurarem na ciência e engenharia, e também incentivar à sociedade a ter uma melhor qualidade de vida. “Na minha época, o meu maior desafio era conhecer a lua, agora nesta geração o desafio de vocês é como utilizar os velhos equipamentos eletrônicos de maneira didática, como ser participante do desenvolvimento sustentável, da reeducação alimentar e como transformar esse século em um mundo diferente, ou seja, com uma melhor qualidade de vida para a população”, disse o astronauta.

A estudante do Centro de Educação Lago, Nicole Soares, de 15 anos, disse que seu sonho é vivenciar a mesma experiência de pisar na lua. “Estou encantada e como ele disse não podemos colocar limites nos nossos sonhos. Me sinto muito capaz de também ser futuramente uma astronauta”, relatou.

Texto e foto: Ascom – Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF
Edição: Agência PRB Nacional

Reportar Erro