Projetos de Fran Somensi são sancionados no Rio Grande do Sul

Lei 15.316/19 institui o Dia Estadual do Farmacêutico e a Lei 15.313/19 estabelece a Semana Estadual de Conscientização sobre a Causa do Luto Parental

Publicado em 05/09/2019 - 00:00

Porto Alegre (RS) – A deputada estadual Fran Somensi (Republicanos-RS) teve dois projetos sancionados pelo governador Eduardo Leite na tarde de quarta-feira (4), no Palácio Piratini. O Projeto de Lei nº 081/2019, que institui o Dia Estadual do Farmacêutico, se tornou a Lei Estadual número 15.316/19; e o Projeto de Lei nº 201/2019, que estabelece a Semana Estadual de Conscientização sobre a Causa do Luto Parental se torna, a partir da sanção, a Lei Estadual 15.313/19.

De acordo com o governador, são duas causas importantes para o estado no sentido de valorizar um profissional fundamental na dispensação de medicamentos e orientação aos pacientes e ainda dar suporte às famílias que perderam seus filhos, na causa do luto parental. Eduardo Leite ainda elogiou a deputada Fran Somensi, que também é farmacêutica, por sua atuação junto ao governo. “A deputada Fran está nos ajudando muito na questão da estruturação da assistência farmacêutica do estado. Todos sabemos da questão dos ajuizamentos constantes para pedido de medicamentos e ela têm nos ajudado muito para resolver amenizar este problema”, disse o governador do RS.

A parlamentar relata que essas Leis farão a diferença na vida de muitas pessoas. “Ficamos muito felizes com a aprovação dessas leis já nos primeiros meses de mandado. A causa do luto parental busca conscientizar a sociedade e o poder público sobre o cuidado com familiares que sofreram a perda de um filho, desde o tratamento psicológico adequado, até a capacitação de profissionais que atendem essas pessoas em órgãos públicos”, explica Fran Somensi.

A, agora, lei estadual 13.313/2019 chama a atenção da sociedade para a realidade do luto parental, um assunto pouco debatido na sociedade, mas que alerta para a necessidade de se abrir espaços para a conscientização sobre o tema. “Será que hoje nos hospitais, por exemplo, temos quartos reservados para mães que perderam seus filhos…Imagine uma mãe, que acaba de perder o filho recém-nascido, ter que ficar no mesmo quarto com uma mãe que acaba de conceber uma vida? questiona Somensi.

Já o PL que estabelece o dia 20 de janeiro como dia do Farmacêutico no estado foi o primeiro projeto protocolado na Assembleia pela deputada Na justificativa, Fran defendeu que a profissão é uma das mais importantes do mundo, pois esses profissionais são os responsáveis pela dispensação dos medicamentos para uso correto da população e muitas vezes o sucesso do tratamento depende do farmacêutico.

A data proposta coincide com o calendário nacional, decorrente do fato de que no dia 20 de janeiro é comemorado o aniversário da Associação Brasileira de Farmácia, a qual surgiu em 1916.

Texto: Ascom – deputada estadual Fran Somensi
Fotos: Adroir Fotógrafo

Reportar Erro