Polícia Civil prende sete suspeitos de violência doméstica em Goiás

“Goiás não aceita esse tipo de crime tão covarde e cruel”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda (PRB), na apresentação do caso à imprensa

Publicado em 08/03/2019 - 00:00

Goiânia (GO) – A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), deflagrou na quinta-feira (7), a Operação Mulher Segura. Sete suspeitos de violência doméstica foram presos na ação. “Goiás não aceita esse tipo de crime tão covarde e cruel”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda (PRB), na apresentação do caso à imprensa.

De acordo com as investigações, somente um dos detidos não é reincidente em crimes contra mulheres. “Estamos trabalhando para preservar a integridade das vítimas. As ações das forças policiais neste sentido são de caráter preventivo e ostensivo”, destacou o titular da SSP.

Segundo a delegada Paula Meotti, a Polícia Civil também tem atuado com ações de conscientização sobre a importância de que as vítimas denunciem seus agressores. “A maioria das mulheres que sofrem esses crimes tem o emocional extremamente abalado. Além do policiamento ostensivo, também oferecemos suporte psicológico”, explicou.

Combate permanente

O delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares, ressaltou que o trabalho da corporação para coibir todos os crimes contra mulheres tem sido intensificado diariamente. “Somente nesta operação, tiramos das ruas sete criminosos que poderiam acabar assassinando suas esposas. Vamos continuar avançando para garantir mais segurança às mulheres”, garantiu.

Texto: Ascom – Secretaria de Segurança Pública de Goiás

Reportar Erro