O turismo de saúde no Estado de São Paulo

São Paulo é conhecido internacionalmente no quesito turismo de saúde, por ter tratamentos hospitalares e clínicos elevados

Publicado em 19/04/2016 - 00:00

No decorrer da vida, sempre destacamos tarefas importantes como trabalhar, estudar, manter círculo social e financeiro. Elas, de alguma forma, têm um impacto relevante para nós. Porém, há algo essencial que é a nossa saúde. Quando me refiro a essa palavra não digo somente a física, mas também mental e espiritual. Uma conjunção que transforma e dá qualidade de vida e bem-estar para desfrutar das tarefas cotidianas.

O Estado de São Paulo é conhecido internacionalmente no quesito turismo de saúde, por ter tratamentos hospitalares e clínicos elevados que chamam a atenção daqueles que precisam desses cuidados, contando com 105 hospitais (públicos e privados), nove mil clínicas com 50 diferentes especialidades, centenas de laboratórios e SPAs. Podemos usar como exemplo o Hospital de Câncer de Barretos, que atende em média 2,8 mil pessoas com câncer de todo o Brasil; os serviços prestados são 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), segundo o Portal Brasil (http://www.brasil.gov.br/saude). Para recepcionar tal público e seus familiares, é necessária uma estrutura de qualidade e profissionais preparados para diversas situações. Tais as aptidões existentes no hospital e por isso seu reconhecimento cresce a cada dia.

Ter esse reconhecimento e capacidade traz benefícios para a população que prioriza uma vida saudável e para a economia do país, já que aqui no Brasil as pessoas encontram o que precisam, gera empregos e incentivo aos novos profissionais na área da saúde e estética e, assim como todo trabalho, é necessário valorizar para que gere mais.

*Sebastião Santos é deputado federal pelo PRB São Paulo

 

Reportar Erro