Hospital de Farroupilha poderá ter atendimento de alta complexidade

Carlos Gomes e Fran Somensi solicitaram ao ministro da Saúde agilidade na habilitação do serviço de traumatologia de alta complexidade no Hospital Beneficente São Carlos

Publicado em 06/06/2019 - 00:00

Brasília (DF) – O deputado federal Carlos Gomes (PRB-RS), a deputada estadual Fran Somensi (PRB-RS) e o prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves, solicitaram, na quarta-feira (5), ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, agilidade na habilitação do serviço de traumatologia de alta complexidade no Hospital Beneficente São Carlos. “Mais de dois mil pacientes aguardam cirurgias relacionadas à especialidade. O atendimento contemplaria a população de 36 municípios da serra gaúcha”, explicou Somensi.

O prefeito Claiton pediu a autorização da pasta para transformar o prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, que não está em funcionamento, em um Centro de Assistência Farmacêutica e de Atenção à Saúde da Mulher. “Atualmente, o espaço de 1,7 mil metros está ocioso em razão da falta de verbas para custear a sua manutenção”, lamentou ao explicar que a Prefeitura foi obrigada a escolher entre destinar verba para a UPA ou o hospital da comunidade, já que não havia dinheiro para suprir bancar os dois estabelecimentos de saúde.

“Também fiz um apelo ao ministro para que libere R$ 200 mil por mês para ajudar a manter abertas as portas do São Carlos para a população da região, já que a instituição enfrenta dificuldades financeiras”, informou o deputado Carlos Gomes. Segundo ele, Mandetta se comprometeu em acelerar a análise de todas as demandas apresentadas pela comitiva.

Texto e foto: Jorge Fuentes / Ascom – deputado federal Carlos Gomes

Reportar Erro