Halum participa de Encontro Latino-Americano de Carne Sustentável em SP

Republicano é coordenador do Grupo Técnico dos Secretários da Agricultura dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba)

Publicado em 12/07/2019 - 00:00

São Paulo (SP) – Na última quarta-feira (10), o coordenador do Grupo Técnico dos Secretários da Agricultura dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba), o secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), César Halum (PRB), se reuniu em São Paulo, com representantes do Paraguai, país que executa programa sustentável da carne bovina com excelência.

O secretário da Seagro está em São Paulo no Encontro Latino-Americano de Carne Sustentável. O evento é uma ação do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) e acontece na Universidade Hamburger (Hambuguer University), da Corporação Mc Donald´s.

O McDonald´s é o patrocinador principal do encontro que reúne representantes de empresas de grande porte das áreas de alimentação e frigoríficos, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e de países da América Latina. César Halum participa do evento representando o Tocantins, a convite da Coordenação da Unidade de Desenvolvimento Sustentável do PNUD.

Na quarta-feira (10), Halum participou da mesa redonda do Grupo de Trabalho Brasileiro para Pecuária Sustentável (GTPS) com representantes-chave do setor de pecuária sustentável da carne bovina do Brasil, Argentina, Paraguai, Colômbia e México. Segundo ele, o Tocantins apresentou ponto favorável nas discussões. “O Programa Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF), um dos processos tecnológicos do ABC, é uma estratégia de produção sustentável que integra atividades agrícolas, pecuária – florestas que executamos com êxito”, destacou.

César Halum também enfatizou a importância do Tocantins no encontro, reconhecendo o grande desafio. “O desafio não é fazer produção ou preservação, mas o desafio é fazer produção e preservação” avaliou.

Programa

Foi em viagem institucional ao Peru em maio deste ano, para a Conferência Good Growth (Bom Crescimento Global), ação desenvolvida em nível mundial com a colaboração do PNUD, que o gestor da Seagro fez contato com representantes do Fundo Global para o Desenvolvimento Sustentável (GEF), quando sugeriu a elaboração de um projeto sustentável da carne para a região do Matopiba.

Os representantes do GEF demonstraram interesse e informaram que o Fundo possui R$ 15 milhões de dólares que podem ser aplicados no projeto. “A partir de então, tivemos a ideia de criar o Grupo de Cooperação Técnica formado por secretários da agricultura do Matopiba, para que juntos buscarmos desenvolvimento para a região” explicou.

Regras

Com o foco na alimentação saudável alinhada à sustentabilidade, a cadeia sustentável da carne possui cinco regras:

– Recursos naturais: manejo responsável dos recursos naturais e melhoria do ecossistema;
– Pessoas e comunidades: respeito ao direito das pessoas e boa relação com as comunidades;
– Bem- estar animal: manejo respeitoso e responsável do animal para garantir o bem-estar;
– Segurança e qualidade dos alimentos através do intercâmbio de informação para garantir sustentabilidade da cadeia;
– Eficiência e inovação: fomentar a inovação e otimização em processos de produção, redução de resíduos e melhoria da viabilidade econômica.

Texto e foto: Ascom – Seagro/TO

Reportar Erro