Gessivaldo Isaías lamenta multas de trânsito a beneficiários do INSS no PI

Gessivaldo Isaías lamenta multas de trânsito a beneficiários do INSS no PI

Segundo o parlamentar, o setor de trânsito de Teresina está multando veículos que param em frente ao INSS para que idosos ou pessoas com deficiência possam se dirigir ao órgão

Publicado em 08/10/2019 - 00:00

Teresina (PI) – O deputado estadual Gessivaldo Isaías (Republicanos-PI), ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí, na quinta-feira (3), para solicitar à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (STRANS), que facilite a vida de pessoas idosas e ou com algum tipo de deficiência, que buscam o Instituto Nacional da Previdência Social (INSS), no centro da capital.

Segundo o parlamentar, muitas pessoas o procuraram para reclamar que a Strans tem multado os veículos que param em frente ao INSS, para que algum idoso ou pessoas com deficiência possa descer para se dirigir ao órgão, para resolver alguma pendência.

O deputado falou que a Strans multa até ambulância que transporta pessoas com problemas de saúde e precisam estacionar mais perto da porta do INSS.

Gessivaldo Isaías disse que está entrando com um requerimento, encaminhado a Carlos Augusto Daniel, superintendente da Strans, para que não multe quem está indo ao INSS e que, muitas vezes, não tem dinheiro para pagar estacionamento, que ficam longe do INSS.

“Acho um absurdo. Quero chamar a atenção do Strans… não concordo. Nós, deputados desta Casa, não podemos aceitar em momento algum, o que está acontecendo perto do INSS. A Strans está multando carros de pessoas que já contribuíram muito e que necessitam, agora, de ajuda. E eu, sendo pastor há 29 anos, não poderia deixar de me sensibilizar com a situação dessas pessoas”, disse o parlamentar.

O deputado ressaltou que são multados carros até mesmo de pessoas que descem se arrastando para ir ao INSS. E enfatizou que pessoalmente, não tem problema com radar, nem com fotossensor, mas vai lutar para que não sejam cometidos exageros, principalmente com as pessoas carentes.

Texto e fotos: Ascom – deputado estadual Gessivaldo Isaías 
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro