G11 pede providências sobre denúncias envolvendo hospital na PB

Membro do grupo, deputado estadual Nabor Wanderley (Republicanos-PB) disse que funcionários do Hospital Clementino Fraga estão sofrendo perseguição política

Publicado em 20/08/2019 - 00:00

João Pessoa (PB) – O grupo parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba, conhecido por G11, apresentou um requerimento ao secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, solicitando providências em relação às denúncias de perseguição política aos funcionários do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa.

De acordo com o deputado estadual Nabor Wanderley (Republicanos-PB), membro do G11, o requerimento apresentado foi motivado após alguns funcionários do hospital procurarem os parlamentares solicitando ajuda. “Semana passada os funcionários afixaram uma faixa, em frente à ALPB, pedindo ajuda ao G11 por não aguentarem tanta perseguição dentro do Hospital Clementino Fraga”, afirmou Nabor.

Alguns funcionários denunciaram que a nova diretora do hospital é desrespeitosa com os funcionários e colaboradores e estão sofrendo muita pressão psicológica. Para Nabor é preciso que essas denúncias sejam apuradas e tomadas as devidas providências e tem certeza que o governador João Azevedo não é condizente que essa postura denunciada.

O parlamentar salientou ainda a importância que a celeuma seja sanada para que não prejudique o funcionamento do Hospital e consequentemente os paraibanos que necessitem de atendimento. “Não podemos permitir que o funcionamento do hospital seja prejudicado por uma celeuma entre a administração e os funcionários. Contamos com o pronto atendimento do Secretário ao nosso requerimento”, finalizou o deputado.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Nabor Wanderley

Reportar Erro