Fiperj e Seappa buscam investimentos para a piscicultura do RJ

Vicenildo Medeiros (PRB) e Eduardo Lopes (PRB) estarão nos próximos dias em Portugal, França e Suíça, na Europa, com o objetivo de atrair investidores

Publicado em 01/07/2019 - 00:00

Rio de Janeiro (RJ) – Com objetivo de atrair recursos estrangeiros para proporcionar oportunidades aos piscicultores e aumentar a produção do pescado em todo o Estado do Rio de Janeiro, por meio do projeto “Inclusão que Vem das Águas” (IVA), o presidente da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), Vicenildo Medeiros (PRB) e o secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa), Eduardo Lopes (PRB), estarão nos próximos dias em Portugal, França e Suíça, na Europa.

Na oportunidade, os republicanos vão cumprir uma série de compromissos com entidades internacionais interessadas em destinar verba para que o programa seja implantado na prática. O projeto IVA tem como principal objetivo a inclusão social e econômica a partir das águas por meio da aquicultura. Espécies como tilápia, rã-touro e camarão serão cultivadas.

A proposta visa, também, alcançar famílias em vulnerabilidade social e econômica gerando cerca de 20 mil empregos diretos e 60 mil indiretos em todo o estado do Rio de Janeiro. De acordo com o presidente da Fiperj, o intuito é inovador e fortalece a disseminação de novas tecnologias aos pequenos agricultores e piscicultores, como também a otimização do uso da água na produção de alimentos.

“Estamos empenhados em conseguir recursos para colocar em prática esse programa pra incentivar o crescimento de aquicultura e da pesca no Rio de Janeiro. Essa viagem vai servir para estreitar a parceria da Fiperj com instituições estrangeiras que, entre outros serviços de consultoria, vem auxiliando a fundação na elaboração e captação de recursos para projetos de fomento da atividade em todo o território fluminense”, disse Vicenildo Medeiros.

Texto e foto: Rodrigo da Matta / Ascom – Fiperj

Reportar Erro