Diretos de crianças e adolescentes é debatido em Santa Catarina

Direitos de crianças e adolescentes são debatidos em Santa Catarina

Sergio Motta recebeu a visita da desembargadora do Tribunal de Justiça de Santa Catarina para tratar de iniciativas e parcerias em favor das crianças e adolescentes

Publicado em 29/10/2019 - 00:00

Florianópolis (SC) – Programas com foco na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes executados pela Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina (TJSC) pautaram a visita da desembargadora Rosane Portella Wolff ao gabinete do deputado estadual Sergio Motta (Republicanos-SC).

Em breve, ela estará na Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente para apresentar detalhes de todos os projetos e mostrar um retrato da realidade. Data e horário ainda serão confirmados.

No encontro com o parlamentar, a desembargadora apresentou um relatório com informações das atividades desenvolvidas, falou dos programas Justiça Restaurativa e Novos Caminhos, das capacitações realizadas pelas comarcas e a importância de se tratar os temas com sensibilidade e parcerias.

“O programa Novos Caminhos, por exemplo, capacita e qualifica adolescentes a partir de 14 anos, sendo eles que se encontram em medida protetiva ou de acolhimento”, explica ela ao enfatizar que alguns com idade entre 8 e 12 anos nunca foram para a escola.

Como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Sergio Motta acredita que ampliar o debate sobre o assunto é imprescindível. Ele alerta que é preciso um olhar diferenciado para crianças e adolescentes que sofrem abandono e violência.

“Uma das bandeiras é conhecer e ampliar parcerias para estes programas. Proteger os direitos das crianças e adolescentes é nosso dever”, disse Sergio Motta.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Sergio Motta
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro