Deputados pedem à Aneel tarifa justa para consumidor paraense

Deputado estadual Fábio Freitas (PRB-PA) participou de reunião da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados em Brasília, com representante da Aneel

Publicado em 09/08/2019 - 00:00

Brasília (DF) – Na quinta-feira (8), em reunião da Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados em Brasília, os deputados estaduais Fábio Freitas, líder do PRB na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), Toni Cunha e Angelo Ferrari (ambos do PTB), dialogaram com o representante da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Davi Antunes, sobre a tarifa de energia paga pelo consumidor paraense. Também acompanharam a reunião os deputados federais Joaquim Passarinho (PSD), Airton Faleiro (PT), Cássio Andrade (PSB) e Júnior Ferrari (PTB).

“Eu, como relator da Comissão de Estudos Sobre o Sistema Tarifário de Energia Elétrica no Estado do Pará, e os deputados Ângelo Ferrari e Toni Cunha, estamos aqui em defesa do consumidor de energia elétrica, lutando por uma tarifa justa”, afirmou Fábio Freitas. De acordo com o republicano, foi protocolado o pedido para que representantes da Aneel estejam presentes na Alepa, em Belém, nos dias 17 de setembro e 15 de outubro, em audiências públicas, para o desenvolvimento do debate sobre a questão da conta de energia que a população do Estado paga.

A luta para melhorar os serviços prestados pela Rede Celpa tem sido uma das frentes de trabalho de Fábio Freitas desde que assumiu seu mandato no Legislativo estadual, no início deste ano. Ele é o autor do projeto sobre a retomada do convênio entre a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) e Aneel, para que órgão estadual possa fiscalizar a concessionária de energia que estava desde o ano de 2016 sem fiscalização.

“Temos que reeditar a Resolução Normativa 414/2010 e 657/2015, ressaltando que a Aneel é o órgão que define as tarifas de uso dos sistemas de transmissão e distribuição. Agradecemos o apoio do movimento social ‘Basta Celpa’, na pessoa de Antônio Wagner; do Fórum de Energia (Fenergia), com Nil Nascimento; e o Movimento Popular Unificado de Belém, com Vladimir Gomes”, finalizou o republicano.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Fábio Freitas

Reportar Erro