Acre poderá ter centros para atender crianças em situação de vulnerabilidade

Acre poderá ter centros para atender crianças em situação de vulnerabilidade

De autoria da deputada Doutra Juliana, proposta sugere a implantação de “AdolesCentros” para atender crianças e adolescentes vítimas de violência

Publicado em 05/12/2019 - 00:00

Rio Branco (AC) – A deputada estadual Doutora Juliana (Republicanos-AC) propôs ao Governo do Acre, por meio da Indicação n° 1.523/2019, a implantação dos “AdolesCentros”, que consistem em unidades focadas no atendimento multidisciplinar na área de saúde para crianças e adolescentes vítimas de todos os tipos de violência, dependência química e virtual, dificuldades de aprendizado, conflitos familiares e outras vulnerabilidades.

Em sua justificativa, a parlamentar destaca as fases da infância e adolescência como cruciais na formação do caráter e da personalidade da pessoa, razão pela qual a legislação, em todos as suas esferas e grau de hierarquia, confere ao público dessa faixa etária um tratamento extremamente diferenciado.

A republicana menciona, ainda, que os problemas que atingem as crianças e adolescentes têm causas multifatoriais, o que acaba exigindo uma atuação integrada quanto aos aspectos biológicos, psicológicos e sociais, ou seja, com amparo de diversos profissionais da área de saúde, educação e assistência social.

“Nossas crianças e adolescentes têm sido vítimas de várias mazelas sociais, que vão desde a dependência química aos mais diversos tipos de violência. As consequências? Traumas, depressão, automutilação, evasão escolar, dentre outros terríveis transtornos. O objetivo da criação dos “AdolesCentros” é reforçar as políticas públicas voltadas para esse público vulnerável”, afirma Doutora Juliana.

Por fim, a autora da indicação cita o exemplo do Distrito Federal, onde esse modelo de atendimento já existe há mais de 15 anos.

Texto e foto: Ascom – deputada estadual Doutora Juliana
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

 

Reportar Erro